.

“Um cristão que não tem compaixão pelos pobres e não tem amor aos santos e símbolos do Carmo não é cristão”.

“Pessoas grandes buscam coisas grandes. Não devemos ficar presos em discussões  políticas paroquiais, em disputa pelo poder”.

 “Nós Carmelitas não somos políticos para viver de negociação. Não, nós somos irmãos”. 

 (2º Dia do Capítulo)

.

“Pessoas grandes buscam coisas grandes. Não devemos ficar presos em discussões  políticas paroquiais, em disputa de poder”.   Frei Fernando Millán Romeral, Prior Geral da Ordem do Carmo na primeira reflexão do Capítulo da Província Carmelitana de Santo Elias (Carmelitas do Sudeste, Bahia e Centro-Oeste).

.

“Um Carmelita que não tem esperança é um ateu”. Frei Fernando Millán Romeral, Prior Geral da Ordem do Carmo.

.

Frei Marcelo de Jesus, 0.Carm. Convento do Carmo, Mogi das Cruzes-SP.

Bom dia queridos amigos.

Aparti hoje, nesta semana, será um momento importante para todos nós da Província Carmelitana de Santo Elias, o nosso Capítulo Provincial. Por pedidos a intercessão do Profeta Elias nosso Pai e Maria nossa Mãe e Irmã no Carmelo, como também as luzes do Espírito Santo que nos conduza!!!

Que nossos amigos e amigas, irmãos e irmãs carmelitas, paroquianos e paroquianas nós acompanhem nesta semana com vossas orações! Importante saber que por causa desta nossa Assembleia Capitular de terça a sexta-feira não haverá missa na Paróquia, mas apenas celebração da Palavra! Abraço a todos! (Via Face...)

.

.

Boa noite! Até agora, 19h:50min, sem internet em pleno centro de São Paulo (Bela Vista). E viva o 4 G. Quer dizer, piada!

.

.

.

Está nas mãos do arcebispo do Rio Dom Orani Tempesta a proposta feita por uma empresa para administrar por 30 anos o estacionamento da Catedral Metropolitana, na Avenida Chile, no Centro. O valor oferecido pelo contrato foi de R$ 70 milhões, incluindo R$ 15 mil de luvas. O dinheiro ajudaria a pagar o que resta da dívida da Jornada Mundial da Juventude, realizada no Rio no ano passado. A oferta foi recebida por Dom Paulo Cesar, bispo responsável pelas finanças da JMJ. A informação é de Maria Fortuna e publicada pelo jornal O Globo, 16-01-2014.

É a maior das propostas encaminhadas - a Arquidiocese tem sido procurada pelas maiores empresas de exploração de estacionamento da cidade, que querem assumir o local. O espaço é hoje administrado por uma operadora que não está disposta a pagar tanto assim.

Encerrada a Jornada Mundial da Juventude, a dívida total da organização era de R$ 90 milhões. Metade desse valor foi coberto pela venda à Rede D’Or do prédio ocupado pelo hospital Quinta D’Or, em São Cristóvão. Na semana passada, Papa Francisco doou R$ 11,7 milhões para saldar o débito. Outros R$ 3 milhões foram arrecadados com fiéis numa campanha promovida pela Mitra Arquidiocesana.

Fonte: http://www.ihu.unisinos.br

.

O prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, o cardeal Angelo Amato, anunciou um novo sistema tarifário para as causas de canonização ou santificação, com o objetivo de eliminar “as desigualdades entre as diversas causas”, por meio de um princípio de sobriedade e equidade. A reportagem é publicada por Religión Digital, 15-01-2014. A tradução é do Cepat.

Trata-se de uma resposta conjunto por parte da própriaCongregação e vários postuladores de causas para a santificação de pessoas, em razão da solicitação daSanta Sé de um balanço econômico dos gastos, segundo informa o jornal oficial do Vaticano,L’Osservatore Romano, em sua edição desta quarta-feira...

*Leia na íntegra. Clique aqui:

http://www.ihu.unisinos.br/noticias/527351-a-santa-se-barateia-os-processos-de-canonizacao

.

Frei Geraldo Bezerra, 0. Carm.

Neste momento a incerteza do futuro é sentida, por isso, não sei se vou ou fico, mas, seguramente Deus tem um plano para minha vida... Olho de longe e sinto uma nuvem pairando no horizonte, trazendo uma mensagem de ânimo e de esperança...

Há um caminho a ser trilhado não seio como e nem aonde, mas, sei que há um caminho se abrindo neste novo triênio...

Creio que alguma janela de esperança poderá ser aberta, mas, não depende de mim, mas, da vontade do Eterno Pai que tudo sabe e faz a hora a acontecer. Sempre é bom contar com as orações dos amigos e paroquianos nesta hora, mas, da gratidão de muitos, do apoio...

Quero agradecer a Cristiane que me acompanhou através do face e dos outros paroquianos que certamente estão rezando por todos nós...

Quero dizer, que sempre é bom contar com a sinceridade dos amigos e amigas... Deixo meu abraço fraterno para cada paroquiano da Paroquia SCJ Menino em Lucena. (Via face)

.

.

Leopoldo José Brenes, novo cardeal da Nicarágua, o segundo na história do país centro-americano governado pelos sandinistas, falou sobre a “metodologia muito especial” do Pontífice ao se referir ao anúncio dos nomes dos novos cardeais. “Geralmente se avisava o candidato alguns dias antes, através da nunciatura, para que não fosse pego de surpresa, mas creio que muitos de nós fomos pegos de surpresa, porque fez seu anúncio diretamente do Vaticano; da nunciatura não nos veio nenhuma notícia prévia”...

*Leia na íntegra. Clique aqui:

http://www.ihu.unisinos.br/noticias/527250-a-lista-vermelha-de-francisco

.

Prior Provincial - Frei Altamiro Tenório da Paz,

O. Carm 

Primeiro Conselheiro - Frei Luiz Nunes , O. Carm 

Segundo Conselheiro - Frei Alberto Bezerra da Costa, O. Carm 

Terceiro Conselheiro - Frei Aloísio Saturnino Primo, O. Carm 

Quarto Conselheiro - Frei José Cláudio de Alencar

Batista, O. Carm 

Fonte: Face...

.

.

Frei Roberval Mendes apresenta relatório, Pela manhã os frades se reuniram na Capela do Convento para a oração da manhã em clima de fraternidade rezaram  pelo Capítulo Provincial. Terminada a oração foi oferecido o café da manhã para todos.

As 8:30 todos os capitulares se encontravam na Sala Capitular para dar inicio aos trabalhos da II Sessão Capitular com a palavra de abertura do frei José Cláudio, moderador que passou a palavra ao ex provincial frei José Roberval Mendes, que apresentou seu relatório trazendo os pontos fortes e frágeis da caminhada provincial ao longo do triênio de 2011 a 2013 que terminou.

Frei Roberval chamou atenção para que os frades percebam as coisas boas que existem na província a fim de que apostem na vivencia fraterna e resgate os valores fundamentais que dão sustentação a vida fraterna naquilo que é próprio da vida consagrada.

Frei Luiz Nunes, ex- ecônomo provincial apresenta relatório financeiro.

Na segunda metade da II Sessão frei Luiz Nunes, Ecônomo Provincial apresentou o relatório da economia provincial, apresentou os pontos fortes e frágeis da economia da província, o mesmo apresentou também sinais de esperança na dinâmica do serviço administrativo na vida da Província.

Sua apresentação foi feita com serenidade mesmo quando falou dos desafios enfrentados ao longo do triênio por ele e pelos demais ecônomos.

Fonte: http://santuariodaguia.com

.

Frei Evaldo Xavier Gomes, O. Carm

Comunidade? Como o próprio termo revela comunidade implica sempre em unidade, comunhão de diversos por um elo comum. Infelizmente nem sempre essa palavra é entendida no seu sentido autêntico, sendo dolorosamente desvirtuada. Esse conceito pode ser definido em negativo, refletido e refletindo no que não é. 

Comunidade não combina com gueto, com torcida organizada, com ilhas de pensamento, com opiniões enrijecidas, com personalismos, com endeusamentos, com exclusão do novo e tantas outras “cercas de arame farpado”, criadas pela pequenez humana. Não é também terreno de “usucapião”, em que tempo é igual a poder. 

Não é o passado que se coloca como pedra de tropeço do porvir. Comunidade são mãos que se abrem para o serviço comum e não somente para projetos isolados de grupos ou de indivíduos. Comunidade são vozes diversas que cantam uma música que seja de todos; é por as cartas na mesa e não o murmúrio das esquinas; são braços abertos e sorriso de boas vindas; é partilha de vida e de serviços; é respeito; é disponibilidade; é saber ouvir e debater; é rezar juntos; é libertação de medos e apegos de estabilidade; é compromisso com o outro e libertação de egoísmos e vaidades; é parceria e trabalho; comunidade é viver a esperança e não o culto ao passado; é voluntariado desinteressado; é enfim a vivência da fé que derruba muros e barreiras visíveis e invisíveis. 

Num dia de sol a linha do horizonte parece muito distante, mas a visão é sempre bela. Qual é a comunidade ideal? Como a paisagem no fundo do horizonte, a comunidade que queremos é meta, destino, é enfim a missão de todos nós. Felizmente, os braços trabalham em conjunto e as vozes cantam em harmonia, quando e somente quando há abertura de coração e de mente.

Fonte: http://igrejadocarmo.com.br

.